Fale connosco
English

Bolsas de Iniciação à Investigação - RH GCYCLEFAT 35/2021

Enviar Candidatura até 07-12-2021 Candidate-se

Anúncio para atribuição de Bolsas de Iniciação à Investigação (BII)

Encontra-se aberto concurso para atribuição de uma Bolsa de Iniciação à Investigação no âmbito do projeto, com a referência PTDC/EME-EME/7678/2020 com o título "GCYCLEFAT – Comportamento à Fadiga de Longa Duração de Ligas Metálicas de Engenharia", financiado pela FCT/MCTES, nas seguintes condições:

Título do plano de trabalhos: Desenvolvimento de interface homem-máquina para equipamento de fadiga ultrassónico.

Área Científica: Engenharia Mecânica

1. Duração e Regime de Atividade:

Duração de 6 meses, com início previsto para 01 fevereiro de 2021, eventualmente renovável. A atribuição das bolsas não gera nem titula uma relação de natureza jurídico-laboral, é exercida em regime de dedicação exclusiva e é atribuído ao Bolseiro o Estatuto de Bolseiro, conforme o disposto no Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., ambos na sua redação atual.

2. Objeto de Atividade:

Atualmente o estudo do comportamento à fadiga dos materiais engenharia, nomeadamente das ligas metálicas quando sujeitas a um número de ciclos ultrapassando o limite convencional de fadiga (10^7 ciclos), tem despertado um enorme interesse. Um crescente número de componentes (ex. transportes, energia), em operação, estão sujeitos a cenários de aplicação de carga de pequena amplitude de tensão, mas que podem alcançar um número de ciclos superior a 10^8, podendo conduzir a danos de fadiga não desprezáveis. Trata-se de um domínio de fadiga denominando de fadiga de ultralonga duração ou fadiga supercíclica extrema. Tem-se verificado que neste regime de fadiga, as fendas podem iniciar no interior do material, em vez das típicas fendas superficiais. Assim, o comportamento à fadiga no regime supercíclico extremo exibe uma dependência especial da microestrutura do material, tornando as extrapolações dos comportamentos à fadiga de alto ciclo para esse regime extremo questionáveis. Limites de fadiga convencionais são muitas vezes definidos em função das limitações temporais e económicas impostas por testes de muito longa duração, conduzindo a projetos potencialmente inseguros. Torna-se obrigatório a realização de ensaios de fadiga no regime supercíclico extremo; contudo os equipamentos convencionais (ex. servo hidráulicos) não fornecem uma solução aceitável dado o seu elevado custo económico e duração de ensaios incomportável. As máquinas de ensaios de fadiga ultrassónicas (20kHz) têm sido recentemente propostas como método alternativo para avaliação do comportamento à fadiga nos domínios supercíclicos extremos. No entanto, este procedimento levanta muitos desafios, nomeadamente: i) possíveis efeitos da frequência no dano; ii) efeitos térmicos devido ao aquecimento durante o ensaio; iii) dificuldade de definir novas geometrias de provetes; iv) realização de ensaios multiaxiais.

Tendo em conta o contexto apresentado, foi aprovado o projeto de investigação FCT intitulado Comportamento à Fadiga de Longa Duração de Ligas Metálicas de Engenharia (GCYCLEFAT). No âmbito deste projeto, propõe-se a contratação um Bolseiro de Iniciação à Investigação (BII) visando a realização de uma dissertação de mestrado integrada no projeto GCYCLEFAT tendo em conta os seguintes objetivos: desenvolver uma interface homem-máquina para máquina de ensaios de fadiga ultrassónica, permitindo controlar um transdutor ultrassónico e respetivo sistema de potência, assim como integrar diversos sensores. Será igualmente importante a possibilidade de configuração de ensaios de fadiga. Este trabalho deverá incluir as seguintes tarefas:

Tarefa #1: Revisão bibliográfica

Tarefa #2: Análise do sistema de sensores e transdutores disponíveis para o equipamento de fadiga e definição de requisitos técnicos para o sistema

Tarefa #3: Desenvolvimento de software de controlo do equipamento de fadiga

Tarefa #4: Escrita da dissertação de mestrado

3. Coordenação e Orientação Científica:

A coordenação dos trabalhos será do Prof. Doutor Joaquim Gabriel Mendes, Doutor Filipe Silva e Prof. Doutor Abílio de Jesus.

Os trabalhos decorrerão nas instalações do INEGI, no Porto. Os trabalhos decorrerão nas instalações do INEGI, no Porto.

4. Requisitos de Admissão:

         I.     Estar inscrito num curso técnico superior profissional, numa licenciatura, num mestrado integrado ou num mestrado, ou ser licenciado e estar inscrito em curso não conferente de grau académico integrado no projeto educativo de uma instituição de ensino superior, desenvolvido em associação ou cooperação com uma ou várias unidades de I&D; ou declaração de honra em como se compromete a estar inscrito até se efetuar a contratualização da bolsa.

       II.     Não exceder, com a celebração do contrato de bolsa em causa, incluindo as renovações possíveis, um período acumulado de um ano nesta tipologia de bolsa, seguido ou interpolado;

     III.     Não ter sido já beneficiário de qualquer outra bolsa de investigação direta ou indiretamente financiada pela FCT.

5. Formação Académica:

Destina-se a alunos que estejam a frequentar o ciclo de estudos conducente à licenciatura ou mestrado, em Engenharia Mecânica.

São condições preferenciais para a avaliação dos candidatos:

         I.  Ramo de Automação

       II.   Média igual ou superior a 12 valores nas UCs concluídas

      III.  Disponibilidade para realização de dissertação de mestrado no segundo semestre do ano letivo 2021/2022

     IV.   Bom domínio da língua inglesa, nas formas oral e escrita;

       V.  Capacidade de trabalho em equipa e individual.

No caso de graus académicos atribuídos por instituições de ensino superior estrangeiras, e por forma a garantir a aplicação do princípio da igualdade de tratamento a candidatos que detêm graus académicos estrangeiros e nacionais, é obrigatório o reconhecimento desses graus.

O reconhecimento de graus académicos e diplomas estrangeiros pode ser requerido em qualquer instituição de ensino superior pública, ou na Direção-Geral do Ensino Superior (DGES, apenas para o caso do reconhecimento automático). Relativamente a esta matéria, sugere-se a consulta do portal da DGES através do seguinte endereço: http://www.dges.gov.pt.

6. Subsídio de Manutenção Mensal:

O montante da bolsa corresponde a €446,12 conforme tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País https://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores, paga no final do mês a que respeitar por transferência bancária. Será também assegurado o pagamento do seguro de acidentes pessoais e o pagamento do seguro social voluntário se aplicável.

7. Legislação e regulamentação aplicável:

Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica, aprovado pela Lei nº 40/2004, de 18 de agosto, e respetivas alterações, Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. em vigor, Regulamento N.º 950/2019, de 16 de dezembro.

8. Critérios de seleção:

i)  Média das UC's concluídas - 25%

ii) Carta de Motivação e carta de referência - 25%

iii) Entrevista – 50%

9. Composição do Júri de Seleção:

Presidente: Prof. Doutor Joaquim Gabriel Mendes. Vogais: Prof. Doutor Abílio de Jesus, Doutor João Carlos Pereira. Vogal suplente: Doutor Tiago Emanuel Silva.

10. Forma de publicitação/notificação dos resultados:

Os resultados finais da avaliação serão afixados em www.inegi.pt

Após ser notificado, o candidato tem um prazo de 10 dias úteis para reclamação, devendo fazê-lo para o email de notificação do resultado final da avaliação.

Em caso de reclamação, será elaborada ata de decisão e fundamentação.

11. Documentos de Candidatura:

Documentos a apresentar:

         I. Comprovativo de habilitações;

       II. Comprovativo de inscrição em ciclo de estudos conducente à obtenção de grau académico ou em curso não conferente desse grau;

     III. Declaração sob compromisso de honra de que não excede, com a celebração do contrato de bolsa em causa, um período acumulado de um ano nesta tipologia de bolsa, seguido ou interpolado, e não foi já beneficiário de qualquer outra bolsa de investigação direta ou indiretamente financiada pela FCT.

12. Datas e Locais de Apresentação de Candidatura:

A documentação referida no ponto 11. deverá ser remetida de 17 de novembro a 07 de dezembro 2021 através da página oficial do INEGI www.inegi.pt em Junte-se a nós | Bolsa de Investigação premindo Candidate-se em Bolsa de Iniciação à Investigação - RH GCYCLEFAT 35/2021

13. Local de trabalho:

Os trabalhos serão realizados nas instalações do INEGI no Porto Portugal ou noutros locais necessários à execução do plano de trabalhos.

14. Núcleo do Bolseiro

O núcleo de acompanhamento a bolseiros funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 12h, nos Serviços de Recursos Humanos.

INEGI
Serviços de Recursos Humanos
RH GCYCLEFAT 35/2021
Rua Dr. Roberto Frias, 400
4200-465 Porto
Portugal

Candidate-se
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.   Saiba mais

Compreendi